segunda-feira, 21 de junho de 2010

Adeus, José!

(foto de Pilar del Rio, viúva de Saramago, no google)


Luto na cozinha: Saramago se vai para outro plano e a literatura portuguesa fica um tanto mais pobre!... Ele, certamente, continuará vivo em sua obra; o luto é pelo que ainda tinha para dizer e fazer, com brilho e dignidade!

5 comentários:

Regina Rozenbaum disse...

Ângela, amada!
Só hoje ou vai ficar mais um tempinho???? Tô "trônxa" de sôdades, doces, docê e louquinha prá continuar o tricô e agora com mais um par de mãos!!!! YESSSSS eu sei que vc tá feliiiizzz dimaiiisss e euzinha pq finalmente vou conhecê-lo! (Ai que mêda)rsrs
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Angela Fonseca disse...

Deixa de 'bubice', como diz o pessoal lá da roça! O Zé amado é pessoa doce, amorosa, engraçada, impaciente às vezes - como todo ser inteligente - com as 'bubices' da vida e do mundo. Você vai gostar muito mais dele, ao vivo e em cores.
Vou ficar aqui em BH por duas semanas. Haja tricô! Bjs.

Kimbanda disse...

Olá Angela,
Bom poder voltar aqui!

Saramago ficará imortalizado em tanto que nos deixa.
Um homem que se inquietou toda a vida com as diferenças abismais nos mais básicos direitos humanos. Esbater essas arestas foi-se afigurando impossível, mas nunca abandonou a luta pelos desfavorecidos. Zangou-se com os seus, mudou-se para o país vizinho, mas não tão longe, que a distância lhe impossibilitasse de acompanhar o que se passava com o seu país e suas gentes.
Hoje seus livros vendem como nunca e até mesmo os que o abominavam, os compram.
Há coisas nesta vida que se repetem ciclicamente e da pior forma, o que é pena.
Pessoas com tanto para dar enquanto possível e completamente desaproveitadas. Tudo o que conseguiu foi a pulso e de direito próprio.

Venho também agradecer a gentileza com que sou agraciado com a tua presença na minha "serra...", mesmo quando estou involuntáriamente afastado.
Bem-hajas, deixo o meu kandando sincero e amigo.

Kimbanda disse...

Olá Angela, voltei.
Voltei para me congratular pois vi no blog da Rê que o ultrassom que esperavas deu tudo bem.
Feliz por ti como podes calcular.
Bem-hajas
Kandandos meus.

José Luiz Foureaux de Souza Júnior disse...

De certo, há quem considere Dom José, um chato. Pode ser. Difícil de ler? Nem tanto! Será que criaria algo absolutamente novo??? QUem é capaz disso que o diga. Como acredito que o absolutamente novo não existe... A obra fica: isso é o que importa!
beijinho