quinta-feira, 6 de junho de 2013

Quem nunca comeu melado...

(Imagem do google)

Vamos fazer uma pequenina modificação no ditado 'Quem nunca comeu melado quando come se lambuza'. Eu substituo - temporariamente, que fique claro! -, o melado por mel.
Estive no sítio no último fim de semana. No Brasil, feriado na quinta vira feriadão e/ou recesso escolar. E eu, que não sou boba, aproveito. Depois de uma chuva mais que bem vinda, tudo verde e... muuuuuuuito frio! Eu, sem me preocupar, no afã de curtir a natureza, me esqueci de agasalhar a garganta com um bom cachecol. Não deu outra: tosse, tosse, tosse! Arre! Para minha salvação, havia um frasco novinho de mel por lá e eu não tive dúvida: me lambuzei! Aí, lembrei-me de um velho artigo sobre as benesses do mel de abelhas, procurei e aqui está ele, especialmente para vocês. Voilà!  

MEL: ELE ADOÇA O CORPO E A ALMA
"Assim como o sal e o azeite, o mel é considerado alimento sagrado, reverenciado em várias religiões: "No cristianismo e no islamismo existem quatro rios simbólicos: água, vinho, leite e mel. Relaciona-se ao Sol e ao coração, nosso centro divino. Uma das propriedades do mel é justamente fortificar o coração e os pulmões, órgãos vitais por excelência", comenta o pesquisador Luiz Pontual, diretor do Instituto René Guénon de Estudos Tradicionais, de São Paulo.
A casa das abelhas
O mel é resultado de uma das mais fantásticas manifestações da natureza: a vida na colmeia. Na casa das abelhas tudo funciona como uma engrenagem perfeitamente organizada: "Uma colmeia tem em média 100 000 abelhas, todas trabalham juntas pela sobrevivência do grupo. A rainha comanda as operárias, que já nascem sabendo as tarefas a serem cumpridas a vida toda. Algumas constroem favos (casinhas onde se alimentam ou fazem berçários), outras criam as larvas jovens, cuidam da segurança do grupo ou nutrem a rainha", explica Vagner Arnaut de Toledo, professor de apicultura da Universidade Estadual de Maringá, no Paraná.
A qualquer hora do dia ou da noite, as abelhas estão empenhadas em produzir alimento. São capazes de construir a colmeia e fazer até 6 kg de mel em apenas um mês, sem contar o que elas mesmas comem. Tudo começa quando pousam nas flores e coletam o néctar. Digerem essa substância até transformá-la em mel: "Rico em proteínas, vitaminas, minerais, carboidratos e enzimas, o mel tem o poder de regenerar as células e retardar o envelhecimento. Tomando uma ou duas colheres por dia, a resistência física aumenta, dando mais disposição e energia", afirma o professor Arnaut.
Antes de usar o mel como alimento, remédio ou produto de beleza, é preciso saber se ele é realmente puro, caso contrário suas propriedades são anuladas e o líquido dourado torna-se veneno, podendo causar intoxicação, problemas de estômago e de pele. Para isso, o primeiro passo é observar se o rótulo traz o selo do Serviço de Inspeção Federal do Ministério da saúde (S.I.F.). Essa é a garantia de que o produto obedece às normas de higiene no processo de extração e envazamento. Além disso, nome e endereço do produtor, tipo de florada e data em que o mel foi colhido devem estar bem visíveis. 
"Todo mel puro cristaliza", confirma Vagner Arnaut de Toledo. "Isso pode acontecer entre seis meses e dois anos, conforme a florada e a data de extração. A cristalização ocorre de baixo para cima e por inteiro. Se apenas uma parte cristalizar, houver uma espuma branca ou bolhas na superfície, é sinal de que o mel foi mal manipulado, sem higiene adequada. Pode conter restos de abelha, ácaros e micro-organismos que aceleram a fermentação, causando problemas intestinais ou reações alérgicas", ensina o professor."
(Texto de Liliane Oraggio para a Revista Bons Fluidos no. 11, de março/abril de 2000) 

Fato é que mel é uma delícia e, se você tem um fornecedor de confiança, pode até escolher diferentes floradas, que possuem qualidades específicas, com finalidades diferenciadas.
Use e... lambuze-se. Beijo.  

5 comentários:

Cancer de Mama Mulher de Peito disse...

Mel é uma delícia mesmo.
Pena que nos grandes centros a dificuldade é encontrar um distribuidor de confiança.
Bjs.
Wilma

Regina Rozenbaum disse...

Hummm a-do-ro! Melhorou Angelinha? Por aqui, filhota foi parar no PS tamanha gripe e outros sinais preocupantes. Diagnóstico? Sinusite plus amigdalite. Antibiótico, chá, mel e cama!
Beijuuss

Evanir disse...

Com saudade venho desejar um Domingo na paz de Jesus.
Um encontro de carinho para desejar um lindo Dia,
Beijos no coração carinhosamente ,Evanir.

Anakoelho disse...

Bom dia Angela!

Descobrí por acaso seu blog e amei!

Uma bela e abençoada semana pra voce.

Cristina disse...

Eu gosto muito de mel, mas o difícil é encontrar um mel de verdade. Falamos do Super bom aquele dia no face, realmente é muito bom mesmo. O mel é um antibiótico natural, previne muitas doenças. Obrigada por mais essa dica!!!! Bjss