quarta-feira, 11 de maio de 2011

Rapidinhas da cozinha: nova pesquisa sobre o sódio

(imagem da internet)


POLÊMICA. Pesquisa contesta redução da substância para combater pressão alta

ESTUDO DIZ QUE DIETA DE BAIXO SAL É INEFICAZ, MAS MUITOS DISCORDAM
Orgãos de saúde pública dos EUA dizem que a análise é inconclusiva.

EFEITO COLATERAL
Déficit de sódio pode ser ruim

Michael Alderman, pesquisador de pressão sanguínea na Faculdade de Medicina Albert Einstein e editor da "Revista Norte-Americana de Hipertensão", disse que a literatura médica sobre o sal e seus efeitos sobre a saúde ainda é inconsistente, por falta de estudos mais abrangentes e mais bem desenvolvidos. Entretanto, ele pondera que o novo estudo não é o único a encontrar efeitos adversos nas dietas de baixo sal. Ele mesmo já realizou um estudo com pessoas que tinham pressão alta e descobriu que aquelas que consumiam a menor quantidade de sal eram as mais prováveis de morrer.

Segundo ele, uma redução no consumo de sal tem consequências além da pressão sanguínea. Menos sal, por exemplo, aumenta a resistência à insulina, que pode aumentar o risco de doença cardíaca (por causa do diabetes tipo 2, grifo meu). "A questão da alimentação é uma coisa complicada", disse Aderman. "Quando se mexe em uma coisa, vai haver consequências não intencionais em outra." (Gina Kolata, no The New York Times)


Controvérsias a parte, até em relação ao tal estudo, criticado publicamente pelo geralmente discreto Centro de Controle e Prevenção de Doenças nos EUA, que ninguém vá sair por aí enchendo o prato de sal. NADA DE 'LIBEROU GERAL'! O grande segredo de tudo - até para responder à objeção de Aderman sobre a questão da alimentação ser complicada - é moderação. Até água demais faz mal à saúde. Tudo na medida certa.

Quem quiser ler a matéria completa, publicada no jornal O Tempo, de Belo Horizonte, edição de segunda-feira, 09/05/2011, é só acessar http://www.otempo.com.br/

6 comentários:

Cancer de Mama Mulher de Peito disse...

Angela.
Tem alguém aqui em casa que vai adorar essa pesquisa.
Bom seria, embora como a minha mãe sempre diz, sal não é tempero.(para não exagerar).
Mas a falta dele deixa tudo tão sem graça.
Fazer o que?
Moderação, isso é tempero?
Bjs.
Wilma
www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

Carla Fernanda disse...

Ótima matéria Ângela!
beijos eboa noite!
Carla

Kimbanda disse...

Querida Amiga ANGELa,

Como tudo na vida, há que ter moderação, mas que seria da vida sem o sal.

O único alimento que nunca é em demasia, não tem como se moderar, é o amor amor e a fé.

Um óptimo fim de semana para ti e para os teus,
kandandos receheados de carinho.

Cristina disse...

Com certeza o equilíbrio é tudo nessa vida, nem mais nem menos. Já diziam nossas avós. Eu não sou muito chegada a comida salgada, mas o que pega é que tudo industrializado tem muito sódio, até o suco de caixinha tem. O importante é ficar atenta. Bom fim de semana! Bjssssssssss

Bloguinho da Zizi disse...

Angela, tudo na medida certa para a exigência de cada corpo.

Tem um desafio pra vc no bloguinho. Aceita?

Beijinhos e um inicio de semana repleto de paz.

Zizi

Regina Rozenbaum disse...

O tal do equilíbrio (que me falta)é prá tudo mesmo, né? Ultimamente ando lendo o retorno, desse e de outros, que já foram execrados pelos doutores.
Beijuuss, Angelinha amada, n.a.