terça-feira, 14 de junho de 2011

La dolce vita con... Stevia!



(imagem da internet)


Sumi, não? Muitas outras atividades me tomaram o tempo neste último mês e não poderia me furtar a elas. Estive no sítio, inclusive, e, apesar do tempo seco e frio, a horta vai produzindo no seu ritmo. As cítricas adoram esta época e produzem a fartar. Sempre bom estar lá: oxigênio, paz, vida simples.

Venho hoje dar uma notícia interessante sobre um produto que já uso há alguns anos. Encontrei uma matéria curtinha e interessante na Seleções do Reader's Digest, que reproduzo abaixo.

ATENÇÃO AOS ADOÇANTES

A estévia, adoçante de baixa caloria feito à base de uma planta nativa da América do Sul, está conquistando o mundo. Saiba como usá-la.

O que é? Estévia é o nome popular do extrato de esteviosídeo, tirado das folhas da Stevia rebaudiana, planta encontrada na América do Sul, natural e de gosto doce. A estévia já é bem conhecida no Brasil, mas vem ganhando cada vez mais espaço no mercado internacional e entrando na composição de centenas de produtos alimentícios, como chás, refrigerantes, sucos, leite de soja, pães, bolos, flocos de cereais, molhos para saladas e doces.

É util? Um estudo verificou que, comparada à sacarose e ao aspartame, a estévia reduziu o nível de glicose e insulina no sangue. "Ela também ajuda a reduzir as calorias quando usada para substituir uma quantidade equivalente de açúcar e mel", diz a nutricionista australiana Emma Stirling.

Desvantagens? Ela explica que, assim como os outros adoçantes não nutritivos, a estévia provavelmente não é tão versátil na culinária quanto o mel e o açúcar. "Ela não é estável no calor, não doura nem carameliza. Para quem gosta de fazer doces e bolos, é melhor ter açúcar na despensa e guardar a estévia para o chá e o café".


Minha experiência pessoal:

1. Para quem rejeita adoçantes em razão daquele gostinho amargo residual ao final de um cafezinho, ou uma xícara de chá, garanto que isso não ocorre com a estévia. Aliás, quando comecei a usar fiquei impressionada com a forte semelhança com o sabor do açúcar;

2. Concordo com o que foi dito a respeito das desvantagens, exceto quando se faz bolo caseiro, sem glacê. Para adoçar a massa basta substituir a quantidade recomendada de açúcar da receita pela mesma quantidade de estévia. Algumas marcas, inclusive, têm a versão "culinária'';

3. A estévia não é boa para adoçar sucos: empelota e, dependendo da quantidade, amarga.

Contudo, nesses bons anos de uso, só tenho elogios e incorporei-a à minha alimentação.

Até breve. Beijos.

10 comentários:

Regina Rozenbaum disse...

Nada como retornar a essa cozinha assim...doçura e mantendo (mera tentativa)a forma.Das duas últimas vezes que estive no super não encontrei nenhuma marca para comprar. Estava, estou com saudades Angelinha!Bom retorno e nós agradecemos.
Beijuuss, amada, n.a.

Drica disse...

OI ANGELA!!!!
SENTI SUA FALTA.
ESTOU ADERINDO O ADOÇANTE, NÃO GOSTAVA,MAS
AGORA QUE ESTOU DE REGIME MINHA NUTRICIONISTA INDICOU O DE SACAROSE, MAS VOU EXPERIMENTAR ESSE ESTÉVIA UMA AMIGA JÁ HAVIA ME FALADO DELE.
UM FORTE ABRAÇO FIQUE COM DEUS.

Bloguinho da Zizi disse...

Angela
Que bom que está de volta.
Aqui a gente sempre aprende a cuidar da saúde de maneira natural....e simples.
beijinhos

Marina da Silva disse...

aNGELA,
vC FAZ MUITA FALTA! RSRSRS
rECEBI UM E-MAIL INTERESSANTE E QUERIA TIRAR DÚVIDAS, JÁ QUE VC É Phd NESTES ASSUNTOS, MAS VC TINHA TOMADO CHÁ DE SUMIÇO!KKKK
MANDO MEU E-MAIL PARA VC E RETORNO COM O TEXTO PARA SUA AVALIAÇÃO. NÃO PUBLICO NADA RELACIONADO A SAÚDE SEM AVAL DE EXPERTS! aatrocha@uol.com.br

Te aguardo. Bem vinda de volta. Bjin. Marina.

PS: gostei do post sobre stévia, mas nunca experimentei, uso sempre o zero cal. Minha médica pediu para trocar por sucralose.

Cancer de Mama Mulher de Peito disse...

Ângela muito Obrigada!!!
Somente dessa forma os comentários seguem, acho que favorece a mais pessoas também.
Comprei muito Stevia, quando trabalhava em uma cozinha industrial, era usado na confecção de balas de gomas, pudins e sorvetes.
Minha mãe faz uso dele em casa (devido a diabetes).
Ótima dica.
Beijos.
Wilma
www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

Angela Fonseca disse...

Para Regina Rozenbaum, e quem mais se interessar, informo que o produto que eu usava era o Stevita em pó, que tem, inclusive a versão 'culinária'. Mas ele sumiu do mercado aqui em BH, entrei no site, deixei mensagem e não obtive resposta. Aí resolvi experimentar o SóStevia, da Lowçucar, pote grande, 160g, cujo rótulo traz 'sem aspartame, sem ciclamato, sem sacarina, sem acesulfame-K', ou seja, as doçuras perigosas. Eu aprovei o produto. A Associação Nacional de Assistência ao Diabético também aprova. E lá vou eu, mantendo minha glicose em níveis de normalidade, apesar dos 63 aninhos. Bom demais, né? Bjs.

Carla Fernanda disse...

Aqui usamos Stevia Ângela!
Beijos!!
Carla

Denise disse...

Conheço a stévia há mais de 15 anos, adotei pq não deixa o amargor na boca como os adoçantes em geral.
Será que tem estudos conclusivos sobre sua eficácia no controle/manutenção do peso, que seja diferente do uso do açúcar mascavo ou magro, por exemplo? E quanto aos estudos que apontam a ingestão diária como um dos fatores que desencadeiam o câncer? Ouço tanta controvérsia...vc conhece algo nesse sentido, Angela?

Adorei passar por aqui!
Bjo e ótima tarde de domingo!

Angela Fonseca disse...

Querida Denise, é assim com todos os alimentos, principalmente com os processados. Na verdade, tudo, a rigor, causa câncer em quem tem o oncogene e sempre teremos pesquisas a favor e contra todo tipo de substância. Eu tive câncer de mama e, sinceramente, não acredito que esteja relacionado à estévia. E também não acho que a estévia, sozinha,possa 'emagrecer'. Emagrecer depende de se adotar algumas condutas - não muito fáceis, por sinal - em conjunto. Acredito, sim, que a estévia seja útil para os diabéticos. Obrigada pela visita. Bjs.

borboleta africana disse...

Olá

Cheguei ao seu blogue por andar a pesquisar receitas caseiras para fazer adoçante com a planta stévia.
Tenho alguma quantidade plantada e sei algumas receitas mas precisava do feed back de alguém que já tivesse experimentado a stévia ao natural em bolos (de forno) e sobremesas (frias)com algum sucesso.A utilização no chá e no café é indiferente para mim porque nunca utilizo qualquer tipo de adoçante em qualquer dos dois.Por outro lado também não estaria interessada em utilizar stévia industrializada...já que tenho a planta. Acha que me pode dar algumas dicas?
Obrigada