sábado, 11 de agosto de 2012

Rapidinhas da cozinha: comida ecológica

(imagem do google chrome)

Na última quinta-feira, 09/08/2012, o programa Brasil das Gerais, da Rede Minas, que todos podem assistir via internet - acontece de segunda a sexta, sempre às 20:00h e, via de regra, apresenta temas muito interessantes, debatidos por especialistas - discutiu sobre comida ecológica e dieta detox = desintoxicante.
Algumas técnicas foram apresentadas, inclusive a colonterapia, que é uma limpeza regular dos intestinos; o enfoque natural da medicina ayurvédica - aquela apregoada pelo Dr. Deepak Chopra, médico indiano que vive nos Estados Unidos -; mas o que mais me chamou a atenção (obviamente!) foi a fala de um engenheiro de formação, que nunca exerceu a engenharia, mas enveredou pelo caminho da alimentação saudável. Quando fez sua escolha, mudou-se para a Espanha e passou um tempo por lá, e visitando outros países, onde aprendeu sistemas alimentares mais naturais e comprometidos com a 'ecologia interna', ou seja, com a saúde do corpo e da mente. Mínimo processamento e nada de aditivos químicos. 
Vocês o encontram no site www.comidaecologica.com.br e vou deixar aqui para vocês duas receitas que ele ensinou e executou durante o programa e que eu achei especiais. Vou experimentá-las, mas não tenho a menor dúvida de que são deliciosas, pelos ingredientes escolhidos e o modo de preparo. Vamos lá.

MAIONESE NATURAL         
Bater no liquidificador duas xícaras de castanhas-de-caju sem sal e sem torrar com uma xícara de água filtrada. Acrescentar um dente de alho, caso goste. Temperar com sal - de preferência o preto - e limão a gosto. Fica uma maionese lisa e cremosa e imaginem o sabor!... Além de saudável, porque as castanhas são ricas em selênio, um alimento detox, um antioxidante potente.

SPAGHETTI DE ABOBRINHA
Descascar uma abobrinha grande e cortá-la, com um cortador especial que eu acho que podemos encontrar em boas lojas de artigos para cozinha. Ela fica fina como um spaguetti depois de cozido. Reservar.
Bater no liquidificador dois ou três tomates orgânicos cortados na hora; um pouco de pasta de tomate seco para dar textura; um - um único! - frutinho chamado goldberry, que também se pode encontrar em lojas de produtos importados ou que vendam frutas exóticas - adicionado como substituto do açúcar comumente usado para tirar a acidez do tomate -;  dois dentes de alho; manjericão e sal. Pronto o molho, colocar a abobrinha em uma panela, com o molho por cima e cozinhar ligeiramente, até atingir a temperatura de 50 graus centígrados. Tirar do fogo e servir. Para substituir o parmesão ralado, ralar grosseiramente algumas castanhas-do-pará, que também são ricas em selênio, e polvilhar sobre o spaghetti. 

Eu as achei perfeitas: são receitas simples, fáceis de fazer e muito saudáveis. Para quem torce o nariz para abobrinha, uma sugestão: deixá-la imersa em água por alguns minutos, para retirar o tanino, escorrer bem, secar com papel-toalha e usar. Aliás, na minha opinião, o que enriquece e faz qualquer prato ficar uma delícia é o tempero refinado e caprichado.

Bon appétit! Beijos.

Em tempo: o site que assina a imagem acima também é ótimo!

6 comentários:

Regina Rozenbaum disse...

Tô inapetente... bem poderia ficar assim sem estar gripada rsrs Mas ao ler essa receita rapidinha ele retorna com tudo que tenho direito!
Beijuuss, amaaada, n.a.

Carla Fernanda disse...

Ângela querida!!!
Quanta novidade boa. Achei ar receita da maionese uma preciosidade!! Obrigada pelas dicas.
Vi este canal em Minas, agora,nas férias. É muito bom!!
Trago para vc um sorrido e um abraço dobrado
:D :D
\0/ \0/

A novidade agora é a inha página no face: Para curtir:
http://www.facebook.com/AmorAcordadoBlog?ref=hl

Beijos!!

Cristina disse...

Que boas dicas amiga. Adorei a receita da abobrinha, eu que sempre faço refogada ou em salada, vou experimentar fazer assim. Estou com saudades viu? Um grande abraço e ótima semana!!!

Carla Fernanda disse...

E esta da castanha do pára substituir o queijo também é outra jóia rara Ângela.
obrigada!
Bjs

Angel love disse...

Olá Ângela, assim como você descreveu num outro post seu sobre alimentos que causam o câncer e sua ausência aqui,eu também estou em falta por aqui devido aos últimos procedimetos para o meu tratamento, graças a Deus; como é em outra cidade, complica um pouco. Mas essas receitas e a castanha do Pará é tudo de bom né? Você como sempre pensando no bem estar de todos, te admiro muito viu? Bjus e um fim de semana abençoado e feliz..
Cris

Luís Coelho disse...

Aproveitando o que por vezes temos na cozinha podemos imaginar receitas muito boas.

Agradeço estas dicas. É preciso saber porque nunca sabemos os dias que virão.