domingo, 7 de fevereiro de 2010

Vinagre bem temperado: segundo movimento

A fim de experimentar o seu vinagre - agora cheio de charme e novas razões para ser consumido - em algum preparado especial? Esperando pelas receitas? Calma! Elas estão chegando. Porém, antes, algumas dicas importantes. Redundância... Toda dica é importante.

Podemos encontrar nos hipermercados, alguns bons supermercados, lojas especializadas e no nosso adorável Mercado Central - para quem é de Beagá - vinagres feitos de cereais e de frutas, nacionais e/ou importados. O mais versátil, no entanto, em termos de possibilidades de preparo e propriedades curativas e preventivas, é o de maçã, ou de sidra. Ele contém "mais de trinta elementos nutritivos importantes, uma dúzia de minerais (inclusive potássio, atualmente cantado em prosa e em verso como promotor de boa saúde - grifo nosso) e mais de meia dúzia de vitaminas e aminoácidos essenciais, bem como várias enzimas. Além disso, contém uma boa dose de pectina, o que é bom para o coração (uma verdadeira vassoura para espantar o colesterol ruim! - outra vez, grifo nosso)." (Emily Thacker em O VINAGRE)

Possui um odor característico em contato com o ar e varia em sabor dependendo da variedade e do estado das maçãs.

E como se reconhece um bom vinagre, na hora de escolher? Ele, certamente, não é o mais barato, porque matéria-prima saudável e natural tem um custo. Mas vale a pena, acredite. Seu preparo deve resultar num líquido homogêneo, sem adição de água. Os melhores vinagres são envelhecidos em tonéis de carvalho e os resíduos da maçã permanecem no produto final, o que garante que a melhor parte foi preservada - é aquele leve depósito no fundo da garrafa!

Bem, acho que consegui convencer você das maravilhas do vinho acre. Receitas virão. Até breve.

3 comentários:

José Luiz Foureaux de Souza Júnior disse...

O vrio acre, como os demais vinhos, tem os seus segredos... Assim como os chás! Você tem ensinado coisas interessantíssimas por aqui! Perde quem não lê!
Ai que frio... e sem vinagre!
beijinho

Regina Rozenbaum disse...

Ângela Amada
Você é usuária? É muuuiiito "milagre" junto e a santa aqui desconfia rsrs!
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Angela Fonseca disse...

Pois pode acreditar, Regina! É muito aminoácido no vinagre. Com um currículo desses, ele é mesmo uma panacéia. Eu uso. Não acontece da noite para o dia, mas com a constância. Comece e veja. Bjs