segunda-feira, 29 de março de 2010

Pois é, as cebolas...

"Sou homem de muitos amores... Amo os ipês, mas amo também caminhar sozinho. Muitas pessoas levam seus cães a passear. Eu levo meus olhos a passear. E como eles gostam! (...) Ao contrário dos místicos religiosos, que fecham os olhos para verem Deus, a Virgem e os Anjos, eu abro bem os meus para ver as frutas e legumes nas bancas de feira. Cada fruta é um assombro, um milagre. Uma cebola é um milagre. Tanto assim que Neruda escreveu uma ode em seu louvor: 'Rosa de água com escamas de cristal...' " (Rubem Alves, psicanalista, educador e escritor mineiro)

Pois é, falava de cebolas uns dias atrás. Para a prevenção de gripe e problemas respiratórios. Já que falei delas, venho oferecer mais algumas informações sobre essas 'rosas de água' tão saborosas.
Para entender um pouco mais sobre elas, é necessário esclarecer, antes, que "é classificada como substância trofoterápica todo agente químico e alimentar com propriedades de revitalizar as funções bioquímicas e biomecânicas do corpo humano". No caso da cebola são duas as substâncias: a primeira é o ácido sulfuroso de alilo, também presente no alho. Trata-se de um poderoso bactericida e antisséptico, o que torna a cebola um antibiótico natural. A outra é a glucoquinina, que é tida como insulina vegetal. Portanto, usada em suco vegetal, com outras hortaliças, ou ao natural, auxilia no controle dos diabetes.
Devem usá-la com moderação aqueles que sofrem de azia - não se esqueça de procurar o médico, se esse é o seu caso! -, como também os que têm dificuldade de digestão por qualquer razão, porque o ácido sulfuroso produz gases.
Para não perder o hábito, receitinhas 'espertas' e rápidas.

Sopa de cebolas
Ingredientes para 6 porções:
2 litros de água
Caldo de frango (podem ser 2 cubinhos industrializados, mas aí é preciso moderar no sal!)
1kg de cebolas
2 colheres (sopa) de manteiga
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
Noz-moscada e pimenta-do-reino a gosto
2 folhas de louro
6 fatias de pão
200g de um bom queijo parmesão ralado (opcional, afinal é gordura saturada...)
Modo de preparo
Ferver a água, dissolver os cubos de caldo e reservar. Descascar as cebolas e cortá-las em quatro, como pétalas. Dourar a cebola na manteiga, em fogo baixo, mexendo sempre, até que ela fique transparente. Acrescentar a farinha aos poucos, mexendo sem parar, para não empelotar. Temperar com noz-moscada e pimenta-do-reino e então adicionar a água com o caldo de frango. Por o louro, misturar bem e deixar levantar fervura. Provar o tempero e, se necessário, corrigir. Colocar a sopa em vasilhinhas refratárias, colocar uma fatia de pão sobre cada uma e cobrir com o queijo ralado. Levar ao forno quente para gratinar por cerca de 5 minutos. Servir bem quente.
Minha sugestão: usar pão italiano em fatias generosas, ao invés de pão de forma; não guardar para o dia seguinte, pois mesmo em geladeira a cebola oxida e aí vêm os gases...

Cebola Recheada com Cenoura e Ricota ou Tofu (queijo de soja)
Ingredientes para cada porção:
1 cebola grande
2 colheres (sopa) de cenoura ralada
1 colher (sopa) de ricota ou tofu
Salsinha
Sal e pimenta-do-reino branca moída na hora
Modo de preparo
Partir a cebola ao meio, retirar parte da polpa e picar. Misturar a cenoura, a ricota, a cebola picada e os temperos. Rechear a cebola, embrulhar em papel-alumínio individualmente e assar por 25 minutos.
Minha sugestão: se você aprecia sabores mais fortes substitua a ricota (ou tofu) por outro queijo de sua preferência.
O tempo frio vem aí: ótimo para sopas e receitas ao forno! Bom apetite!

Livro: COSTA, Luiz Carlos. Viva melhor! Com a medicina natural. Vida Plena: São Paulo, 1997

3 comentários:

Regina Rozenbaum disse...

Ângela, amada!
Será que vamos ter um friozinho esse ano prá fazer uma sopa de cebolas dessa? Dilícia...imagina então, harmonizada (ui, tô ficando chic rsrs)com um vinho daqueles, plus proseando...ai, ai, ai...Vôbora trabaiá qui é mió de bão...pelo menos agora, snif,snif.
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Angela Fonseca disse...

Estou ansiando por esse dia em que nos encontraremos, tomaremos uma sopinha - se for de sua preferência - com um vinho e muita prosa boa, comemorando a vida! Com o Zé junto então, hein? É muita festa que vai rolar! Estou aguardando o frio que está demorando pra chegar - tomara que não me decepcione! Bom trabalho, meu bem! Bjs

José Luiz Foureaux de Souza Júnior disse...

Eu que já gosto de uma cebola...;-)